Termos de segurança

É fácil assegurar que o seu computador é seguro e está protegido contra todos e quaisquer ataques. Basta desligá-lo de qualquer rede externa, fechá-lo à chave numa sala e garantir que ninguém lá entra. Porém o mundo global não permite tal isolamento.

Por isso, a melhor proteção é a prevenção. É claro que não se pretende que os utilizadores da Internet se tornem especialistas em segurança da rede World Wide Web mas que, acima de tudo, adquiram um conhecimento básico e adoptem um conjunto de regras que permitam atingir um nível de protecção adequado e exequível.

Alguns conselhos e procedimentos para a utilização segura da Internet

1. Não abra mensagens de correio electrónico de origem duvidosa

As mensagens de correio electrónico e seus anexos são frequentemente usados para propagar vírus ou proporcionar uma porta de entrada para um hacker aceder ao seu computador. Por isso, se receber mensagens de correio electrónico com ficheiros anexos de origem ou conteúdo duvidoso:

  • Não deve abrir antes de se certificar, junto do remetente, que o conteúdo é seguro e que a mensagem foi de facto enviada por ele;

  • Não deve reencaminhar a mensagem;

  • Não deve responder à mensagem;

  • Deve apagar a mensagem sem a ler mesmo que o assunto seja apelativo;

2. Desactive a opção de pré-visualização do correio electrónico

Alguns vírus são camuflados e enviados no código das mensagens de correio electrónico formatadas como html. Se tiver a opção ‘Painel de pré-visualização’ activa, uma mensagem potencialmente perigosa será processada automaticamente e o seu computador será infectado pelo vírus que vem na mensagem. Por isso deve desactivar a opção ‘Painel de pré-visualização’.

Algumas aplicações de correio electrónico permitem remover código html potencialmente perigoso das mensagens, mantendo no entanto a possibilidade de ler a mensagem, com segurança, em formato texto. Para remover o código html das mensagens de correio eletrónico deve activar a opção leitura de mensagens em texto simples.

Para além destas situações, outro método de propagação de vírus ocorre quando estes são enviados como ficheiros anexos a mensagens. Os vírus enviados como anexos de mensagens têm geralmente extensões do tipo .vbs, .bat, .exe, .pif e .scr. De modo a evitar esta situação, deve modificar as definições standard do windows para que não sejam omitidas as extensões de ficheiros de tipo conhecido.

Por defeito, nos sistemas windows estas extensões são omitidas, um ficheiro aparentemente inocente (ex: novocarro.jpg), pode ser um vírus cujo nome de ficheiro é novocarro.jpg.vbs.

3. Actualize regularmente o sistema operativo e o browser

Para aumentar a segurança do seu computador deverá utilizar software devidamente licenciado e actualizar regularmente o seu sistema operativo e browser.

4. Instale um antivírus e mantenha-o sempre actualizado

O software antivírus ajuda a proteger o seu computador contra grande parte dos vírus, trojans (Cavalos de Troia), worms e outro tipo de programas maliciosos. Estes programas podem danificar gravemente o computador.

5. Utilize uma firewall pessoal

Uma firewall é instalada e utilizada num computador pessoal com o objectivo de ajudar a impedir acessos remotos não autorizados a dados ou recursos do seu computador quando está ligado à Internet. Sem firewall, o computador não tem protecção contra hackers ou outro tipo de ataque.